segunda-feira, 20 de março de 2017

Partes de Porto Alegre/RS.


O artista representou estátuas e decorações apropriadas para o prédio. HERMES representa o deus do comércio, o princípio da esperteza e da habilidade, patrono dos comerciantes, mais humano dos deuses, o gorro com asas era para subir ao Olimpo e isto representa o momento de ascensão, as sandálias com asas eram para descer do Olimpo, foi considerado o deus da diplomacia, protetor dos ladrões por que ele também roubou e foi de seu irmão Apolo, Hermes traz o CADUCEU que é o cedro de ouro com as duas serpentes enroscadas, traz também um saco com moedas. As figuras juntas são a união do comércio com agricultura e com a indústria.


Aeroporto Salgado Filho.

Localizado estrategicamente em ponto eqüidistante entre o eixo Rio de Janeiro/São Paulo e as capitais platinas Buenos Aires e Montevidéu, Porto Alegre assume a condição de capital do MERCOSUL, transformando-se no principal pólo de negócios da rota do Cone Sul.


Ponta do Rio Jacuí.


Praça da Matriz e Catedral. 

Como identificar um porto alegrense: 1- Divide o domingo entre antes e depois da “passadinha no Brique “ ou no “Parcão”. 2- Diminui a metade das palavras e nem se importa com isso, é “Findi”, ”Churras”, “Super”, “Níver”, “Refri”, etc e tal. 3-Quando quer dizer sim, diz ”ã rã”, com aquele jeitinho típico do portinho, muito alegre. 4- Fala mal das praias gaúchas, mas nunca recusa convite para passar um findi em Imbé ou Atlântida. 5-Desfila em qualquer rua de qualquer cidade, com cuia e garrafa térmica como se fosse “tri normal”!!! 6- Ama ou odeia o PT. Não tem meio termo. 7- Acredita que a última batalha não será entre o bem e o mal ou entre a luz e as trevas, mas entre Gremistas e Colorados. 8- Ama PORTO ALEGRE! O gaúcho é alegre.


Foto Lago da Redenção.

9 - Acha o pôr-do-sol, no Guaíba, o mais bonito do planeta. E informa: “Agora não mais Rio Guaíba e sim Lagoa”. 10- Acha que PORTO ALEGRE tem quase todos os defeitos de uma cidade grande e mais algumas desvantagens de uma cidade pequena, mas parte para a briga com qualquer estrangeiro que ousa dizer uma “barbaridade” dessas. O Porto-alegrês é uma das línguas mais difícieis do “Ocidente” (que não é hemisfério e sim um barzinho tri em Porto Alegre). Para começar, só existe uma interjeição “báh!”... Que é usada em mais ou menos 462 situações diferentes!!! Pra complicar, o “báh” tem, também, 497 entoações diferentes: pode ir de um simples “báh!”, até um complicado,”pãh!”. Dependendo do que tu queres dizer!!! Porto Alegre é equipada com mais ou menos 15 fábricas de gírias funcionando sem parar! Algumas são até “exportada “viajar na maionese” e “pirar na batatinha” , que agora estão em moda no Rio, são faladas há anos, ou em Porto-alegrês, “há horas”, que pode ser “há uma data” como em outros lugares.



Foto Parque Marinha do Brasil.

Se fala: “tribem”, “triquente”, “triafim”, “tribom” e o “tri”.... O que tu quiseres. Mas, nada é mais alegrense que falar: “tu vai ir?”, que muitas vezes fica “tu vai i”, com o “i” bem pronunciado e longo. Repita com sotaque gaúcho: “Báh, tchê , mas tu vai i? Báh! Se tu não for eu também não vou i”. “E eu me achando a bolachinha, mais recheada do pacote. Saindo hoje de uma fábrica porto-alegrense”. E “deu prá ti, vou pra Porto Alegre... Tchau!!! “Báh! Eu sou de Porto Alegre”... Com o sotaque mais cantado possível. E a cara mais orgulhosa do mundo!



Monumento aos Açorianos.

Localizado no Largo dos Açores, Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Arte de Carlos Tenius. Material: Aço NTU-SAC-50. Dimensões: 24X14m. Ano 1974.



Prédio do MARGS - Museu Atual do Rio Grande do Sul. 

Aqui a estátua de HERMES possuí apenas uma CORNUCÓPIA que representa a riqueza e a agricultura, a outra somente carrega um saquinho de moedas representando o comércio.


Nenhum comentário:

Postar um comentário